AINDA SOBRE O ENEM

Pois é. A dificuldade que eu tive na redação do ENEM não foi só minha. A folha publicou em 07/11/2017 que “Redação do ENEM provocou alunos com tema ignorado até pelo governo” (Link folha). Se nem o Ministério da Educação explica a diminuição de matrículas de surdos apresentada em gráfico na prova, como os candidatos podem justificá-la? E pior, será que as pessoas que vão corrigir a prova têm conhecimento suficiente para avaliar os textos?

Ontem a Folha tentou traçar hipóteses para a diminuição retratada no gráfico apresentado na prova do ENEM (Outro link folha): a diminuição de crianças no Brasil em idade escolar como um todo e a diminuição do número de pessoas que não eram surdas e perdem a audição. Mas todas essas informações são bastante específicas e não acredito que são do conhecimento da grande maioria que presta o ENEM, possibilitando uma redação mais consistente.

Hoje novamente o assunto foi abordado na Folha, agora na sessão de “Tendências e Debates”, onde dois conhecedores do tema responderam à questão: “O respeito aos direitos humanos deve ser critério para avaliar a redação do ENEM?” (Terceiro link folha). Enfim, parece que o assunto ainda vai render muito. De qualquer forma, de tudo isso ainda acho que a razão está com o Jairo Marques, que afirmou, conforme postei em 06/11/2017, que pensar a realidade das pessoas com deficiência não é bom só para que presta o ENEM, mas para a vida.

– João Pedro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s