Quebrando Preconceitos

Um recado muito importante às pessoas que pensam que um surdo é incapaz de ter uma vida sem barreiras e acessível na cidade é expressado através da voz de um homem surdo, provando que o sentimento de dó por parte da população é resultado de uma falta de convívio, já que em uma cidade com infraestruturas e com pessoas adaptadas à diversidades, um surdo não teria mais barreiras do que o resto da população pelo fato de terem nascido ou se tornado surdo.

Por favor, vejam ao vídeo do canal no Youtube de Drauzio Varella:

É apresentado no vídeo que esse homem fez diversos tipos de dança e até cursos de DJ, algo que faz com que muitas pessoas estabeleçam o seguinte diálogo com ele: “Nossa ele é tão lindo, que pena que é surdo” ” Nossa você nem parece surdo”

Tais falas reafirmam o estereótipo de surdo como uma pessoa incapaz, mas como já dito, essa incapacidade para algumas tarefas cotidianas é culpa da sociedade que não os inclui de forma completa (porém não se pode pensar nas pessoas com deficiência auditiva como dependentes, pois conseguem estabelecer suas vidas por conta própria). Mas é óbvio que esse estereótipo está caindo em desuso, já que cada vez mais nossa sociedade se torna mais inclusiva, um exemplo claro disso é o personagem do vídeo apresentando.

 

 

 

 

Anúncios